Manchinha marrom no olho, o que pode ser?

O verão e as doenças oculares.
6 de janeiro de 2020
Dia Nacional dos aposentados: dicas simples para um envelhecimento mais saudável.
24 de janeiro de 2020

Manchinha marrom no olho, o que pode ser?

Você provavelmente já viu uma ou outra pessoa com uma ou mais manchinhas marrons na esclera, a parte branca do olho, não é? E algumas surgem até mesmo ainda nas primeiras fases da vida, acompanhando o paciente ao longo do tempo. 

 Entretanto, existem tanto casos em que elas são inofensivas e surgem a partir de uma anomalia do organismo, quanto casos onde elas oferecem certo risco à saúde ocular do paciente, e por isso é importante buscar a ajuda de um médico oftalmologista para entender qual desses é o seu caso. 

Dentre os casos e causas mais comuns do surgimento dessas pequenas pigmentações na esfera estão: 

  • Nevus de conjuntiva: Muitas vezes, quando não causam incômodo ao paciente, há apenas um acompanhamento oftalmológico desde o seu surgimento, onde o médico a fotografa e registra se há aumento, inflamações e etc. Quando estes problemas não são registrados, o paciente pode conviver com ela e retirar apenas se achar necessário, por motivos estéticos ou pessoais. 
  • Melanose Primária Adquirida: Esse outro tipo de manchinha tende a aparecer já na fase adulta da vida, ou até mesmo na fase da melhor idade. Assim como o tipo anterior, ela também pode ser removida através de cirurgia caso se torne maligna, podendo prejudicar a saúde ocular do paciente. 

 

Gostou de saber um pouco mais sobre as “pintas do olho”? Conhece alguém que possui essa característica um tanto quanto diferente? Compartilhe a informação e evite medos ou problemas inesperados! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *