• A mulher e o diabetes – direito a um futuro saudável

    A mulher e o diabetes – direito a um futuro saudável

    Neste ano, a Campanha da Federação Internacional da Diabetes que acontece em novembro, trouxe o seguinte tema: A Mulher e o Diabetes – O Nosso Direito a um Futuro Saudável. A campanha que acontece no mês em que comemoramos o Dia Mundial do Diabetes, criado em 1991 pela International Diabetes Federation (IDF) e Organização Mundial da Saúde pretende chamar a atenção para o Diabetes Gestacional, acesso ao diagnóstico e tratamento da Diabetes.

    O Diabetes é uma doença progressiva que afeta os vasos sanguíneos de todo o corpo causando bloqueio e enfraquecimento de suas paredes. No olho caracteriza-se por lesar os vasos que irrigam a retina (camada interna do olho) levando à distorção das imagens e perda parcial ou total da visão. Pessoas com Diabetes apresentam risco de perder a visão 25 vezes maior do que aqueles que não possuem a doença e a Retinopatia Diabética atinge mais de 75% das pessoas que têm Diabetes há mais de 20 anos. O controle cuidadoso da Diabetes com dieta adequada, atividade física e medicamentos é a principal forma de evitar a Retinopatia Diabética. Uma vez instalada a doença o acompanhamento rigoroso com o oftalmologista é imprescindível para o seu tratamento adequado.

    Nenhum tratamento disponível hoje consegue restaurar totalmente a visão já perdida e apenas retardam ou estabilizam o processo. Por isso é extremamente importante a consulta periódica ao oftalmologista para que as alterações, se presentes, sejam descobertas no início e o seu tratamento seja o mais precoce e eficiente possível.

    Alguns dados comprovam a relevância da ação da mulher para melhorar o panorama da doença a nível mundial:

    • 199 milhões de mulheres em todo o mundo vivem com diabetes, estimando-se que este número suba para 313 milhões em 2040;
    • O diabetes é a 9ª causa de morte nas mulheres a nível mundial, sendo responsável por 2,1 milhões de mortes por ano;
    • Mais de 70% dos casos de Diabetes tipo 2 poderiam ser prevenidos através da adoção de estilos de vida saudáveis;

     

    A campanha reforça ainda que as mulheres com diabetes devem ter acesso ao máximo de informação e a cuidados específicos que as permitam controlar a sua diabetes e reduzir o risco das complicações. Devem, também, ter acesso a planos pré-natais que as ajudem a diminuir os riscos durante a gravidez e a estratégias que lhes permitam prevenir a diabetes (alimentação, exercício físico e mitos associados).

    Comente

Deixe um comntário

Cancelar