• Síndrome do olho seco: as principais causas e sintomas

    Síndrome do olho seco: as principais causas e sintomas

    Sabe aquela sensação desconfortável como se tivesse areia nos olhos? Se aliada a coceira e olhos vermelhos, pode ser que você esteja com a síndrome do olho seco. A doença surge quando há uma dificuldade de produzir lágrima ou até mesmo um problema com a qualidade da lágrima.

    Mas, existem casos em que os olhos secos são consequência ou sintoma de outra doença na visão. Sem falar que fatores do ambiente externo também interferem na saúde dos olhos. Afinal, se você trabalha o dia inteiro no ar condicionado ou o clima da sua cidade é muito seco, existe uma probabilidade maior de você desenvolver a doença.

    No entanto, é mais seguro consultar-se em um local com um corpo clínico de oftalmologistas de qualidade, para ter certeza do diagnóstico. Para tirar todas as suas dúvidas sobre a síndrome do olho seco, reunimos as principais causas e sintomas da doença. Veja!

     

    As principais causas da doença

    A síndrome pode ocorrer tanto por causa de fatores externos ou internos. Desde um problema na produção de lágrima, por exemplo, ou ar condicionado e clima muito seco. Outras causas da síndrome são doenças sistêmicas ou autoimunes, como artrite e lúpus.

    Além disso, alterações nas pálpebras podem contribuir para o desenvolvimento da síndrome. Ou seja, existem diferentes causas para a doença e é preciso ajuda de um especialista para determinar a principal causa. Listamos, abaixo, os fatores de risco para olhos secos:

    • Pessoas acima de 40 anos, pois a produção de lágrimas diminui conforme envelhecemos;
    • Mulheres que usam anticoncepcionais, pois alteram os hormônios;
    • Pessoas que usam lentes de contato;
    • Uso de medicamentos para acne, antidepressivos e diuréticos;
    • Pessoas que já tenham feito cirurgia a laser;
    • Falta de vitamina A;
    • Doença de Parkinson.

    Os sintomas da síndrome do olho seco

    Alguns sintomas da síndrome do olho seco podem ser confundidos com outras doenças oculares, por isso, é importante buscar ajuda médica assim que sentir desconforto nos olhos. Somente dessa maneira, o oftalmologista poderá realizar o diagnóstico corretamente e instruir o tratamento adequado.

    Veja, abaixo, os principais sintomas da síndrome do olho seco.

    • Olhos vermelhos;
    • Coceira;
    • Irritação;
    • Visão turva;
    • Ardência.

    O tratamento

    O tratamento consiste no uso de colírios receitados por um especialista. Eles funcionam como uma lágrima artificial e para aliviar o desconforto da síndrome. Não é recomendável usar colírios por conta própria, pois podem piorar a doença e não aliviar os sintomas.

    Para se livrar dessa síndrome é preciso consultar um oftalmologista e também reparar como é o ambiente em que você trabalha ou mora. Alguns hábitos podem contribuir para que a síndrome do olho seco apareça.

    Ambiente com ar condicionado ligado o tempo inteiro, por exemplo, não faz bem para a saúde dos olhos. Sem falar que a fumaça do cigarro também é prejudicial. Dicas: use umidificadores e tente não ficar tanto tempo perto dos fumantes!

    Entendeu o que é a síndrome dos olhos secos, as principais causas e sintomas? Não deixe de acessar nosso blog para ler mais dicas para cuidar da saúde dos seus olhos e ler mais informações sobre doenças oculares.

     

    Comente

Deixe um comntário

Cancelar